Home / Plugins VST /

O plugin SplitEQ representa mesmo uma Nova Era na Equalização?

O plugin SplitEQ representa mesmo uma Nova Era na Equalização?

by Gonçalo Sousa

Share this article

     

A Eventide Audio é, sem dúvida, uma marca lendária reconhecida pelos músicos, produtores e engenheiros de som de todo o Mundo. Contudo, apesar do seu legado histórico, esta marca continua a manter um olho no passado e outro no futuro, estando em constante evolução na criação de produtos inovadores. É caso do plugin SplitEQ, cujo slogan de lançamento em 2021 prometia uma nova Era na Equalização. Será verdade? Fomos investigar e apresentamos o nosso veredicto neste artigo.

Para não criar suspense desnecessário afirmo desde já que… Sim! Sem dúvida que o SplitEQ confere a capacidade de mudar radicalmente o carácter tonal dos sons para além da simples escultura tonal. E permite ajustar sons na mistura de uma canção ou banda-sonora de uma forma nova e útil. Mesmo não fazendo magia na tarefa de restauração completa de áudio, o Split EQ é uma excelente ferramenta cirúrgica e precisa, que eleva sobremaneira o controlo espectral.

 

 

Porquê? Como funciona? O que faz em concreto? Vamos ver!

Para explicar o SplitEQ temos de dar um passo atrás.

A Eventide Audio precisa de muito pouca introdução a qualquer pessoa no mundo do áudio profissional. O seu nome é sinónimo de efeitos de alta qualidade e inovação que tem vindo a ultrapassar as fronteiras no processamento de sinais desde os anos 70.

Como documentado recentemente na sua série de flashback de leitura obrigatória, a empresa é responsável por muitas descobertas sónicas – demasiadas para listar aqui! – mas basta dizer que introduziram o primeiro dispositivo de efeitos áudio digital do mundo a estar comercialmente disponível com o inovador H910 Harmonizer.

No entanto, os engenheiros de New Jersey nunca descansam sobre as suas glórias passadas – estão sempre a aumentar o espectro sónico disponível para músicos e produtores, criando novas ferramentas.

Em 2017 lançaram o Physion, o primeiro plugin com a sua tecnologia Structural Effects (Efeitos Estruturais em português) destinado a alimentar uma nova linha de processadores. E em 2021 surgiu então o SplitEQ, a razão principal para escrevermos este texto, pois além de novo e excitante, este VST Plugin representa um melhoramento significativo em comparação com os equalizadores tradicionais!

 

 

Como dividir o átomo usando o SplitEQ?

Segundo a Eventide, a tecnologia Structural Effects consiste “num método para desconstruir com precisão o som”, dividindo-o “em duas correntes separadas: transitória e tonal”. Estes dois fluxos podem então ser processados de forma independente, manipulados e, de uma forma geral, alterados.

É uma abordagem que não é inteiramente baseada na frequência ou dependente da frequência, mas sim na identificação dos componentes feita parcialmente na frequência e parcialmente no tempo, decompondo o som nas suas formas para formar os dois componentes (transitórios e tonais) que são individualmente processados e recombinados num som totalmente novo.

Este método é também diferente dos habituais formadores transitórios, que na realidade não tentam dividir estruturalmente um sinal antes do processamento, resultando numa detecção menos precisa dos transientes, o que geralmente apenas permite alterar ou mexer na amplitude ou fazer manipulação com inevitável sangramento da porção transitória para a porção tonal.

Um bom exemplo de como este processo funciona seria o som da palheta numa corda de guitarra e a nota de sustentação que se lhe segue. O espectro do som da palheta está a mudar rapidamente – é transitório – enquanto a nota de sustentação é constante, ou muda lentamente de frequência. Ainda está a ler? Quer saber o que isto significa?

O Physion, que conforme referimos foi o primeiro plugin a implementar esta tecnologia, permitiu aplicar 2 efeitos diferentes aos elementos transitórios e tonais, tendo como foco efeitos clássicos como reverberação, atraso, coro, pitch-shift e tremolo – embora também oferecesse implementações básicas para compressão, gate e equalização.

Porém, desta vez, a Eventide criou um equalizador verdadeiramente especializado que tira o máximo partido das capacidades de processamento Structural Effects. Foi assim que nasceu o SplitEQ.

 

 

SplitEQ: Mais do que um EQ de grande sonoridade

SplitEQ™ é um EQ inovador que oferece uma abordagem fundamentalmente nova à equalização correctiva e criativa do áudio. É excelente em Reparação, Balanceamento, Melhoria e Alargamento de qualquer fonte musical ou de áudio.

O SplitEQ é tanto uma ferramenta cirúrgica para corrigir problemas particularmente desagradáveis como uma ferramenta criativa, uma vez que abre novas e excitantes possibilidades musicais. É por isso, mais do que apenas um EQ: corresponde a uma ferramenta nova e melhor.

 

 

O SplitEQ é imensamente versátil, com uma gama de aplicações tão ampla como qualquer equalizador paramétrico moderno (pois pode ser utilizado como tal), mas alcança muito mais devido aos Efeitos Estruturais que conseguem produzir resultados sem precedentes.

Seja em instrumentos individuais, grupos ou Bus, qualquer canal de mistura pode beneficiar desta excelente opção para a concepção de sons únicos. Pode também contribuir muito para o fluxo de trabalho de um engenheiro de masterização não só para fixar ou melhorar canções ou discos inteiros, mas também ao restaurar ou transferir áudio de formatos antigos.

 

Características únicas do SplitEQ

Como já afirmei, o SplitEQ reduz a distância entre o que se quer fazer e como se faz realmente, e com menos compromissos do que outros EQs. Num EQ normal alterar certas frequências vai provocar diminuição do impacto no mesmo som. Por sua vez, o SplitEQ dá-lhe o controlo cirúrgico para abordar a parte problemática de um som sem perder a magia e sem a necessidade de usar ferramentas adicionais.

Não é apenas uma ferramenta correctiva, pois é também um novo tipo de ferramenta criativa para levar as suas misturas a outro nível através do seu L/R independente e do Panning Mid/Side. Cada fonte é dividida num par de elementos sonoros distintos oferecendo assim à sua música, misturas, e sinais de áudio um extraordinário novo nível de musicalidade. Estas qualidades são possíveis através das seguintes características:

SplitEQ estrutural

O coração pulsante do SplitEQ analisa o áudio recebido e separa-o em duas correntes separadas:

Transiente (ruído, pops, plosivos de microfone, sibilância vocal, ataques)

Tonal (notas sustentadas, harmónicas, tom, ambiente)

EQ Paramétrico de 8 Bandas

Os filtros SplitEQ são de última geração, precisos e musicais. A interface do utilizador foi concebida para racionalizar o fluxo de trabalho. Tanto adiciona brilho aos vocais sem aumentar a sibilância ou dureza como consegue melhorar os harmónicos acústicos de uma guitarra enquanto reduz o zumbido das cordas.

Imagem Stereo

Possui L/R (esquerda/direita) contínuo ou Panning Mid/Side dos componentes Transiente e Tonal para cada uma das oito bandas. O plugin pode assim ser utilizado para espacializar fontes mono.

Visualização gráfica

A análise gráfica do espectro em alta resolução em tempo real dos componentes áudio com múltiplas opções para monitorização ou comparação não é em si mesmo uma inovação exclusiva deste plugin (sendo muito parecido até com o muito famoso FabFilter Pro-Q e outros plugins VST). O SplitEQ também apresenta medição de Pico e RMS, sendo todas estas funções extremamente úteis.

 

 

Algumas das Aplicações práticas do SplitEQ

Melhorar o sinal

Com o controlo independente dos elementos tonais e transitórios de um instrumento, SplitEQ pode ser usado para dar punch, detalhe, brilho, respirabilidade, dicção, aperto e batida.

   

Reparação do som

Sendo uma ferramenta única de reparação e restauração áudio, o SplitEQ permite sincronizar cirurgicamente a resposta do Transiente e Tonal de forma independente. Por exemplo, pode remover o boom de um bombo (Kick) sem perder a sua impetuosidade e ataque.

Rebalanceamento de uma pista de som

Desta forma, o SplitEQ permite uma colocação versátil de uma posta numa mistura, pois executa facilmente múltiplas tarefas que não são possíveis com qualquer outro EQ, como amolecer as cordas da guitarra eléctrica enquanto aumenta a reverberação da cabina.

 

 

Aumento da imagem stereo

O SplitEQ permite a manipulação precisa da imagem stereo multi-banda dos elementos tonais e transitórios de cada banda de frequência. L/R e Mid/Side panning são suportados. Consegue espacializar (ou espalhar, aumentar a imagem stereo) uma batida como nunca antes foi possível.

Visão Raio X

Com SplitEQ pode ouvir e até ver o seu som de novas formas. A sua abordagem estrutural imita a forma como interpretamos o som e a exibição do espectro oferece um olhar interior sobre o que está a ouvir.

Consegue isolar apenas os transientes, ou uma única banda, ou apenas os transientes de uma única banda. Ao utilizar o analisador de espectro em tempo real para localizar ressonâncias ou transitórios problemáticos, exibindo os fluxos tonais e transitórios separadamente, então a sua capacidade de melhorar o som que está a ouvir é tremenda. Basicamente, por outras palavras, o SplitEQ acrescenta uma nova dimensão ao seu kit de ferramentas de resolução de problemas.

 

 

Preparado para Reparação

Para provar que o SplitEQ funciona bem com uma vasta gama de material sonoro, a Eventide criou uma pasta inteira de presets para as gravações menos perfeitas. É uma Biblioteca com mais de 150 predefinições para resolver muitos dos actuais problemas de correcção e mistura complexos de uma forma mais limpa e rápida.

As predefinições foram concebidas para Melhorar, Reparar, Rebalancear e Alargar vários instrumentos incluindo bateria, voz, guitarra, e muito mais. Possui comparação A/B e funcionalidades de Undo/Redo que facilitam a exploração de ideias sem perder o ponto de partida.

Quer esteja a trabalhar em faixas individuais, numa mistura completa, ou a limpar um loop de duas faixas, encontra no SplitEQ como uma ferramenta inspiradora e poderosa que lhe permite abordar o material de uma forma nova, musical e sonora.

 

Resumo por tópicos das características técnicas do SplitEQ

EQ paramétrico de 8 bandas de classe mundial com filtros musicais primitivos

EQ Transiente e Tonal separado em partes usando a tecnologia patenteada da Eventide Structural Split™

Controlo dos níveis de saída transitórios e tonais

Controlos panorâmicos contínuos de Transiente e Tonal (modos L/R e Mid/Side) para melhorar o campo stereo

Controlo da tecnologia Split subjacente para afinação fina e experimentação

Escala global das curvas de EQ juntas ou independentes

Tipos de filtros com declives de 6 a 96 dB/oitavas para Pico, Notch, Bandpass, High Shelf, Low Shelf, Tilt Shelf, High Pass e Low Pass

Analisador de espectro inovador em tempo real com exibição dos fluxos Transiente e Tonal de forma independente

Biblioteca de Predefinições abrangentes com mais de 150 opções

Os botões A/B permitem uma audição rápida de duas predefinições, acrescendo ainda a funcionalidade Desfazer/ Refazer

GUI redimensionável com opções de zoom

Esquemas de 3 cores: Original, Escuro e Colorblind Acessível

 

 

 

Conclusão sobre o SplitEQ

Em resumo, o SplitEQ oferece ao utilizador um controlo separado sobre os aspectos transitórios e de sustentação de um sinal, e as potenciais utilizações, tanto correctivas como criativas, são provavelmente maiores do que se pensa.

Por isso mesmo, e porque se trata sobretudo de som que estamos a falar, a melhor maneira de demonstrar as suas potencialidades é mesmo ouvir este software de música e entender o que ele faz através da selecção de vídeos que disponibilizamos ao longo deste texto e em baixo. Garanto que se vai surpreender com as aplicações variadas que este super equalizador pode oferecer à sua gama de recursos sonoros.

E respondendo à pergunta do título deste artigo, ou seja, O plugin SplitEQ representa mesmo uma Nova Era na Equalização?, na minha opinião… Sim, esta é mesmo uma ferramenta que impulsionará uma nova narrativa na história dos equalizadores disponíveis para músicos e produtores!

 

 

 

 

 

POSTS RELACIONADOS

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published.