Home / Música Brasileira /

Paula Cavalciuk: versatilidade musical e letras de impacto marcam estreia

Paula Cavalciuk: versatilidade musical e letras de impacto marcam estreia

Renan Pereyra
by Renan Pereyra

Share this article

A artista paulista Paula Cavalciuk liberou para audição o seu ótimo EP de estreia, intitulado Mapeia. O disco da cantora, que tem sido destaque em diversos veículos de expressão do Brasil, é marcado por quatro faixas que mesclam géneros: rock, MPB, blues, jazz e até mesmo samba e sertanejo raiz.

Mapeia conta com quatro canções e foi disponibilizado gratuitamente na web. Você pode fazer download gratuito do registro, da arte e das letras clicando aqui.

Ouça também o trabalho na íntegra aqui abaixo.

Mapeia conta com participação de João Leopoldo (piano), Gustavo Ruiz (baixo) Barba Marques (percussão), Diego Garbin (trompete) e Sergio Miguel (acordeom). A obra tem produção de Ítalo Ribeiro e co-produção de Gustavo Ruiz e Bruno Buarque. A banda é formada ainda por Vinícius Lima (vocal/violão/viola caipira/guitarra), Gustavo Machado (baixo) e Ítalo Ribeiro (vocal/percuteria).

A cantora Paula Cavalciuk, atual campeã do Prêmio Sorocaba-SP de Música, despontou no cenário alternativo autoral com a faixa Maria Invisível, que abre o EP e que ganhou um belo clipe ao vivo no fim de agosto. A música conta a história de uma doméstica que sofre com abusos dos seus patrões e usa da ironia para criticar a posição de superioridade das classes privilegiadas.

As inspirações de Paula Cavalciuk

Inefable, a segunda canção do álbum Mapeia, conta com pegada mais ‘latina’ e traz versos em espanhol. “Eu não queria escrever em português e também queria evitar o inglês, que é muito mais fácil pra mim. Aí resolvi tentar o espanhol. Procurei um site com palavras raras e fui encaixando na métrica da melodia. Juro que tentei pedir ajuda de amigos fluentes na língua, mas ninguém deu bola. Então deixei do meu jeito e ficou essa coisa meio sem pé, nem cabeça, sem compromisso e divertida”, revela a cantora.

Ela conta ainda que a música teve inspiração na cultura mexicana e no sertanejo raiz brasileiro. “Realmente tem esse lance das vozes que lembram aberturas típicas dos Mariachis. Eu ouvia muitas músicas do México quando criança, pois meu pai gostava muito. Ouvia também a dupla Milionário e José Rico, que trouxe essa influência para suas canções, na década de 80”, completa.

paula-cavalciuk-blogmm-extraA terceira faixa é a mais pop do disco e traz mais uma letra de impacto: Antes de Nascer conta a história de uma mulher grávida que enfrenta o medo e a incerteza de trazer uma nova vida ao mundo. Apesar do enredo ter sido inspirado em uma amiga, a ideia da artista é dar visibilidade a um tema delicado que tem sido tratado com total descaso no país: o aborto. Sobre a sonoridade, a música é marcada principalmente por um slide de guitarra à la George Harrison e pela voz apaixonante de Paula Cavalciuk.

Mapeia, quarto e último tema que também dá nome ao registro, conta com instrumental poderoso e nos remete a referências de peso como Elis Regina. A música foi a primeira a ser composta e por diversos motivos se tornou a faixa-título. “Penso que nosso trabalho pode nos levar a muitos lugares, em outros patamares, mas é sempre importante lembrar de onde viemos. O nome também condiz com nossa situação atual, que é de mapeamento dentro e fora do Brasil, para lançar o EP e rodar por aí com este show”, finaliza.

Paula Cavalciuk entrou em turnê recentemente e deve passar por diversos estados brasileiros até dezembro: Minas Gerais, Goiânia/Distrito Federal, São Paulo e Santa Catarina. Nos shows, a artista também distribui zines inspirados na cultura punk que dialogam com as letras de suas canções e com seu universo. Você pode encontrar detalhes sobre o trabalho da cantora nos links abaixo:

Site Oficial + Facebook + Youtube + Soundcloud

Sobre Paula Cavalciuk

Paula Cavalciuk começou a cantar aos 5 anos de idade, em Tapiraí, interior de São Paulo. Em 2005, mudou­se para Sorocaba-SP e formou a dupla 2Friends, com o músico Vinícius Lima. Com influências de Beatles, Pink Floyd, Janis Joplin, o duo se destacou pelas interpretações peculiares, vozes afinadas e melodias que beiram a perfeição.

Como intérprete, Paula Cavalciuk produziu e cantou em tributos a Etta James, Os Mutantes, The Beatles, Janis Joplin, Madonnae The Cranberries.

A artista paulista participou ainda da gravação e do lançamento do DVD Arrumação, da banda Maria Madame. O registro foi produzido pelo renomado trombonista Itacyr Bocato, que já trabalhou ao lado de nomes como Elis Regina, Roberto Carlos, Ney Matogrosso e Rita Lee. Paula Cavalciuk também já atuou como voluntária em instrução de voz do Girls Rock Camp (primeiro programa de empoderamento de meninas na América Latina) e instrutora de voz e produtora de bandas no Ladies Rock Camp (programa voltado para mulheres acima de 21 anos).

POSTS RELACIONADOS

     

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *