Home / Indústria Musical /

Musikki: o motor de busca musical tem assinatura portuguesa

Musikki: o motor de busca musical tem assinatura portuguesa

 

Raras não são as vezes em que ouvimos uma música mas não sabemos exatamente quem a canta. Ou então até conhecemos o artista, mas não somos profundos conhecedores da sua história ou biografia. Para todos os que gostam de música, há agora uma plataforma que, sendo beta, é já bastante completa. Falamos do Musikki, o sítio da web que reúne toda a informação sobre uma banda ou artista.

O motor de busca é português, está disponível gratuitamente e pode ser usado por qualquer um. Basta inserir o nome da música, álbum ou artista para que o website lhe devolva toda a informação. A sincronização com outros websites faz com que encontre imediatamente o vídeo do YouTube ou as páginas oficiais da banda no Facebook ou Twitter. Ideal não só para quem gosta de ouvir música, mas para quem quer saber a história por detrás das canções e dos artistas.

A ideia de criar o Musikki partiu de João Afonso, que com 36 anos decidiu conciliar o amor pela música com o mestrado em Comunicação Multimédia da Universidade de Aveiro. Antes de concretizar o projeto Afonso tinha trabalhado numa loja do grupo Valentim de Carvalho e aventurado na criação de uma loja de música independente.

Feito também a pensar em festivaleiros e pessoas que gostam de seguir o seu grupo favorito para onde quer que ele vá, o Musikki integra uma funcionalidade que lhe diz quando há concertos de um determinado grupo perto de si. Permite ainda comprar álbuns, músicas ou bilhetes em meia dúzia de cliques.

Musikki: para além da música

Depois de tudo isto, podemos dizer com certeza que o Musikki não é uma plataforma sobre música, mas sim uma plataforma sobre o universo musical. Com a capacidade de criar pontes entre géneros, o website mostra-lhe artistas relacionados e apresenta informação que só encontraria se andasse a saltar de um lado para o outro.

 

Em vez de ver o vídeo no YouTube, pesquisar a história na Wikipédia e fazer gosto na página do Facebook de forma separada, agora basta aceder ao Musikki para condensar tudo no mesmo espaço. Tudo numa única interface agregadora de conteúdos musicais.

A ideia valeu já vários prémios. Em 2012, altura em que a empresa responsável pelo Musikki nasceu, a plataforma já tinha vencido o ISCTE-IUL MIT Portugal Venture Competition. O prémio de 200 mil euros foi, aliás, um grande impulso para a plataforma, que se tem tornado conhecida não só em Portugal, como no estrangeiro.

No futuro, a equipa do Musikki pretende expandir-se. Abrir escritórios em Boston, Londres e Berlim faz parte dos planos. Posto isto, é mesmo caso para dizer que a música não conhece fronteiras.

 

Partilhar este artigo

Comentários

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *