Home / Bandas Sonoras /

Eça de Queirós, Machado de Assis, trilhas sonoras e minisséries

Eça de Queirós, Machado de Assis, trilhas sonoras e minisséries

Mídia Kit Blog Mundo de Músicas

Não é novidade que quando um livro se torna bestseller é apenas uma questão de tempo para ele cair nas graças do povo também nas telonas. Hoje em dia parece até que isso é esperado: veja exemplos como Harry Potter, Crepúsculo, A Culpa é das Estrelas, Querido John, entre outros.

Entretanto, excluindo as grandes produções recentes, existem certas produções que, embora em menor escala, merecem um olhar cuidadoso da nossa parte: são minisséries que foram produzidas e inspiradas em clássicos da literatura brasileira e portuguesa e cuja trilha sonora possui imensa qualidade, sendo tão oportuna e intrínseca.

É de uma riqueza singular conhecer e falar mais sobre a nossa própria cultura, e falar dela é falar da cultura da língua portuguesa. A ligação entre Brasil e Portugal segue forte e moderna.

Nos dias atuais, os laços ganharam novos contornos culturais com as praias portuguesas sendo destino de alta procura por brasileiros, que descobriram no Algarve, por exemplo, um paraíso como as praias do país de Vera Cruz.

Vale a pena salientar também os milhares de brasileiros que moram em Portugal, muitos deles são novos clientes do Estoril Sol Casinos, que já tinha casinos físicos em Portugal, e em 2018 obteve licença para jogos online, muitos inspirados também nas telas, como Harry Potter, Jurassic Park e Rambo, e que atendem ao gosto dos brasileiros. E até mesmo na crescente imigração de brasileiros para a “terrinha”, que no geral vem crescendo desde a década de 80, mas nos últimos anos acelerou – só no ano passado cresceu 5.1% em relação a 2016.

Por tudo isto, vamos a seguir citar verdadeiras obras-primas literárias que merecem uma segunda olhada na TV, assim como merece a nossa atenção a sua trilha sonora:

2 trilhas sonoras de minisséries que valem a pena!

Os Maias

Os Maias é  um romance do português Eça de Queirós publicado em 1888, contando a história de três gerações da aristocrata família Maia que culmina no amor incestuoso de Carlos Maia e Maria Eduarda.

A obra, que é considerada um dos maiores clássicos da literatura portuguesa, foi transformada em minissérie com produção luso-brasileira em 2001, tendo Ana Paula Arósio e Fábio Assunção nos papéis principais.

Mídia Kit Blog Mundo de Músicas

A minissérie por si é uma obra-prima de alta escala, e que vale a pena assistir. A trilha sonora, que cá nos interessa, é uma combinação harmónica e rica dos dois países, sendo que a maioria das músicas são brasileiras, nomeadamente canções conduzidas pelo orquestrador John Neschiling, ao lado da Orquestra Sinfônica Brasileira.

O que mais dizer? Do lado de lá de Portugal merece destaque o grupo musical Madredeus, que combina música tradicional portuguesa com influências de folk, uma verdadeira beleza. Ouça agora e depois diga se não é apaixonante.

Capitu

A minissérie Capitu, exibida em 2008 e dividida em cinco episódios, é baseada na obra Dom Casmurro de Machado de Assis, e traz novamente à tona a velha pergunta do maior clássico da literatura brasileira, se Capitu traiu ou não Bentinho, mas isso não é o que importa.

Vale ressaltar que a produção é de uma delicadeza teatral sem fim, dando espaço para a imaginação do telespectador, já que não há cenários montados, e tudo se passa dentro de um antigo palácio localizado no Rio de Janeiro.

A trilha sonora mistura de tudo um pouco, e espere algo moderno dentro de um clássico literário. Mas acredite: o resultado é bom!

A música de tema, por exemplo, é Elephant Gun, da banda Beirut, cujo estilo é rock-indie. Fazem parte também Nelson Cavaquinho, Elcio Soares, Marcelo D2 e, pasmem, Jimi Hendrix, Janis Joplin e Black Sabbath! Sim, tudo em uma obra de Machado de Assis: tal combinação deveria deixar você curioso o suficiente para assistir.

Então, se você curte uma boa música, e também deseja aprofundar conhecimentos na literatura enquanto assiste a um bom programa de TV, siga as nossas dicas neste artigo. Depois conte para a gente o que achou!

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *