Home / Marketing Musical /

Como os artistas podem usar gadgets promocionais para gerar receita

Como os artistas podem usar gadgets promocionais para gerar receita

by Gonçalo Sousa

Share this article

À medida que o streaming de música ultrapassa cada vez mais as vendas físicas tradicionais, empurrando-os cada vez mais para as margens, os artistas estão cada vez mais dependentes das vendas de merchadising – que antigamente representava apenas um fluxo de rendimentos suplementar – como a principal fonte de receita.

Com o streaming de música substituindo cada vez mais as vendas de mídia física, os artistas estão cada vez mais dependentes das vendas de mercadorias para se manterem à tona.

Não é segredo para ninguém que os royalties de streaming pagam aos artistas muito menos do que as vendas de álbuns tradicionais. Os serviços de música mais bem pagos oferecem aos artistas cerca de US $ 0,006 por cada streaming de música. O Spotify, que é o serviço de assinatura mais popular, paga cerca de metade desse valor.

Tanto assim é que um grupo de metalcore do Reino Unido, designado While She Sleeps, recebeu manchetes em todo o mundo em 2019 quando lançou merchandising que explicitamente expunha as suas frustrações com os royalties de streaming.

A t-shirt em questão dizia: “Uma t-shirt equivale a 5000 streams no Spotify. 76% de todas as músicas em 2019 são transmitidas e não são compradas fisicamente ou digitalmente. Os produtos da banda são a forma mais direta de apoiar um artista. ”

É caso para dizer que os While She Sleeps não estão a dormir, nem estão errados. No mundo da música de hoje, as vendas de merchandising são mais importantes do que nunca. Um artista que é capaz de movimentar grandes volumes de merchandise pode virar as cabeças da indústria mais rápido do que um artista com um single viral, porque os executivos sabem que este tipo de vendas são onde existe mais dinheiro nos últimos anos.

A vantagem dos artigos personalizados

Mas como um artista vende merchandise? Primeiro deve começar por criar artigos personalizados, sendo que existem muito mais hipóteses do que as habituais t-shirts.

Por exemplo, existem opções variadas como auscultadores Bluetooth que permitem construir uma estratégia de fidelização de bandas musicais com brindes personalizados e as respectivas vantagens. São artigos personalizados de todos os dias que podem causar muitas vendas, já que são também muitas vezes encarados como presentes personalizados.

As vantagens são numerosas: maior memorização da marca, impacto massivo da mensagem que se quer transmitir, viralização da mensagem se esta for engraçada, etc…

A Promotionice, disponível em www.promotionice.com/pt é uma nova loja online em Portugal que oferece uma vasta gama de produtos que podem ser personalizados com logótipo para qualquer tipo de negócio que deseja fidelizar os seus clientes.

Conclusão sobre os gadgets promocionais

Existe mais competição do que nunca pela atenção dos ouvintes, o que significa que há uma competição cada vez maior pelo seu apoio financeiro. Também não há atalhos para vender grandes quantidades de mercadorias. Dito isso, existem maneiras de os artistas se posicionarem para o sucesso, que é o que estamos a abordar neste artigo.

A crescente importância do merchandising nas carreiras dos artistas é notória. Já apontamos alguns exemplos, mas um item como alto-falantes personalizados em nome de uma banda pode ser uma excelente ideia.

Ok, pode ser verdade que o merchandising não tem sido o aspecto mais glamoroso das digressões, mas isso não significa que não seja uma parte crucial da receita. Frequentemente ofuscado pelo hype do streaming, o merchandise silenciosamente continuou a crescer como uma fonte de receita significativa para artistas em concertos e fora deles.

Os dados mostram um forte crescimento ao longo dos anos nas vendas das mercadorias mais populares – camisetas, bonés, koozies, moletons – enquanto a receita das vendas de álbuns físicos das turnês está em declínio constante. Nenhuma surpresa, pois os álbuns físicos estão a tornar-se cada vez mais irrelevantes com o crescimento do streaming.

Esteja você tocando em locais pequenos ou em shows em estádios, a conclusão deve ser que a mercadoria deve ser uma prioridade e é uma peça crucial para a sua receita.

POSTS RELACIONADOS

   

Share this article

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *