Home / Grunge /

Virginia Grohl: como é a vida da Mãe de uma estrela de Rock?

Virginia Grohl

Virginia Grohl: como é a vida da Mãe de uma estrela de Rock?

Mídia Kit Blog Mundo de Músicas
 

Nomes de grande sucesso nem sempre chegam onde chegam por si mesmos. Por vezes, há figuras por detrás de tais heróis que lhes indicam o caminho para o sucesso, que contribuem com o apoio mais simples e significativo, que nos incentivam a continuar mesmo que queiramos desistir.

Muitos se encaixam nesta descrição, especialmente no Mundo da Música: assessores de bandas, managers, produtores, colegas que integram a mesma banda e até mesmo amigos… Mas ninguém será capaz de nos apoiar tão bem como a pessoa que nos conhece melhor: a nossa própria mãe.

Olhando para a indústria da música, é bastante comum conhecermos a presença de algumas mães que sempre apoiaram os seus filhos. Mas em muitos casos, o papel destas mulheres fica por vezes relegado para segundo plano, como meras notas de rodapé ou breves menções no texto. Mas não estará na altura de mudar isso?

Neste post falamos da mãe de um artista bem conhecido de todos os fãs do rock: Virginia Grohl, a mãe de Dave Grohl, o músico melhor conhecido pelo seu trabalho nos Nirvana e Foo Fighters. Esta mãe do rock n’ roll escreveu recentemente um livro de memórias onde fala não apenas da sua perspetiva em acompanhar o percurso do filho, mas também como é adotar o papel de mãe de uma estrela do rock.

Virginia Grohl e as mães de estrelas do rock

O livro From Cradle to Stage: Stories from the Mothers Who Rocked and Raised Rock Stars foi lançado no mercado inglês em abril de 2017 e, mesmo que não haja novidades ainda quanto à tradução portuguesa, garantimos que esta é uma leitura que todos os fãs de rock quererão fazer. Ao longo de uma escrita divertida e inteligente, Virginia Grohl partilha a sua experiência enquanto mãe de Dave, contando histórias inéditas sobre a vida e carreira do filho… Apresentando, claro, algumas fotografias comprometedoras do artista!

O mais interessante é que este não é um livro assinado por uma mulher apenas. Mesmo que a ideia tenha ocorrido a Virginia e esta tenha assumido a direção e organização da obra, muitas outras mães foram convidadas a participar e contar histórias. É o caso, por exemplo, de Verna Griffin (mãe do Dr. Dre), Marianne Stipe (Michael Stipe), Janis Winehouse (Amy Winehouse), Patsy Noah (Adam Levine) Donna Haim (irmãos Haim) e Hester Diamond (Beastie Boys ‘Mike D), entre outros.

 

“Enquanto Virginia observava a ascensão ao estrelato do seu filho, perguntava-se muitas vezes sobre o que sentiriam outras mães que criaram filhos e filhas que se tornaram estrelas do rock”, diz a descrição do livro.

“Teriam ficado elas tão surpreendidas quanto ela ao descobrir a fama dos filhos? Preocuparam-se em sustentá-los e em garantir o seu bem-estar numa indústria que é dominada por drogas e outros perigos? Incentivaram as paixões dos filhos, apesar das más probabilidades a favor deles, ou tentaram sequer dissuadi-los dos seus sonhos grandiosos? Será que os lembraram de levar um agasalho quente sempre que partiram em tour?”

Só pela descrição do livro percebemos que as histórias aqui partilhadas são, além de emocionalmente fortes, são contadas experiências reais de quem viveu a música de uma perspetiva muito diferente.

Como seria de esperar, Dave Grohl está a ajudar a promover o livro de memórias From Cradle to Stage e deu o seu contributo sob a forma de um vídeo cómico durante o qual telefona à progenitora para se queixar da forma como é representado. Primeiro, o músico dos Foo Fighters reclama sobre uma fotografia incluída no livro e na qual surge aparentemente com a fralda suja, depois queixa-se sobre o facto de ela ter referido os maus relatórios sobre a sua prestação escolar.

Veja o vídeo:

“É embaraçoso”, diz Grohl. “Não me importo de gozar com o Adam Levine, mas não vamos fazer o mesmo com o Dr. Dre”, diz o músico a dado momento, acrescentando depois: “sou o único a aparecer no livro com a fralda suja”. No final, em tom de brincadeira e ameaça, o antigo baterista dos Nirvana deixa a promessa: “espera só até escrever o meu livro”.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
   

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *