Home / Archives /

fado

fado / 5 posts encontrados

Clube de Fado: o local perfeito para ouvir o Fado de Alfama

Entre petiscos e o som dos talheres, canta-se o Fado em Alfama. O género que é sinónimo de portugalidade não podia encontrar ambiente mais propício. Num espaço onde os aromas se fundem com as cantigas, põem-se os olhos no passado e recordam-se os clássicos. O futuro chega na voz dos mais jovens, que projetam pela sala as esperanças da nova geração. Tudo no mesmo espaço que não poderia ter outro nome que não fosse o Clube de Fado.

Quem é o guitarrista Mário Pacheco, fundador do Clube de Fado?

Mário Pacheco é o fundador do Clube de Fado, espaço mítico da música portuguesa, que se situa junto à Sé Catedral de Lisboa e que já na sua origem pretendia ser um local de convívio, tertúlia e inovação. Ele é também uma grande figura da música portuguesa que hoje merece a nossa atenção. Confira a história do guitarrista neste artigo.

Carminho: fadista portuguesa dá voz a temas de Tom Jobim

Ao longo dos últimos anos a fadista Carminho tem mostrado, de álbum para álbum, o seu crescimento musical. De um “Fado” que se tornou “Alma” e depois passou a “Canto”, a artista apresentou recentemente um novo trabalho que evidencia uma vez mais a sua evolução artística. Mas daí a ouvi-la cantar num tom à parte como é o de Tom Jobim vai um passo grande. Conheça neste post o novo trabalho da fadista portuguesa.

Carlos do Carmo: o artista que deu ao fado um Grammy

Com mais de 50 anos de carreira, Carlos do Carmo continua a ser uma presença assídua dos palcos portugueses e internacionais. Com sua voz marcante, faz-se acompanhar das guitarras e tonalidades várias para levar o fado ao mundo, com um misto de espírito português e um toque muito latino.

Ana Moura e um disco que foi muito para além da saudade

Para Além da Saudade foi lançado em 2007 e chegou às bancas acompanhado de um DVD com seis temas ao vivo. Ao leme do projeto estava a fadista Ana Moura, então no seu terceiro álbum de estúdio e ainda com um enorme desafio a superar. Nas palavras da própria, foi com Para Além da Saudade que a artista conseguiu ultrapassar, pela primeira vez, as barreiras da fisicalidade e expressar-se tão bem em estúdio como o fazia ao vivo.