Home / Música Brasileira /

Roberto Carlos: celebre 76 anos do maior Astro do Brasil

roberto carlos

Roberto Carlos: celebre 76 anos do maior Astro do Brasil

 

Abril é o mês de comemorar o aniversário de Roberto Carlos, que está completando 76 anos de vida. O artista conta com 58 anos de carreira e mais de setenta álbuns lançados, com mais de 120 milhões de discos vendidos e mais de mil gravações, além de ser o artista brasileiro mais regravado e homenageado em todo o mundo. Para celebrar junto com o Rei, nada melhor do que lembrar fatos curiosos e marcantes de sua vida através das canções por ele interpretadas! Segue uma seleção especial de dez músicas do maior cantor brasileiro!

1 – Emoções – 1981

Roberto estava em Las Vegas quando compôs esta canção. O cantor recordou em uma comitiva de imprensa, há alguns anos, que quando terminou de escrever esta letra pensou: “este será o meu segundo “Detalhes””. Realmente, a canção foi talvez o seu maior sucesso da década de 80 e até hoje é ela que abre seus shows e continua fazendo a plateia cair no delírio!

Obs.: segundo o Ecad (Escritório de Direitos Autorais no Brasil), “Emoções” foi a música mais regravada de Roberto, recebendo versões de Maria Bethânia, Cauby Peixoto, Lulu Santos, Milton Nascimento, entre tantos outros.

2 – As Curvas da Estrada de Santos – 1969

Com o final da Jovem Guarda, nos final dos anos 60, Roberto deu um toque de soul e black music em seu repertório. Dentre as músicas do impecável álbum do ano de 1969, está “As Curvas da Estrada de Santos”, composta com Erasmo, que se tornou um dos maiores hits de sua carreira. A música traz em sua poesia, que se encaixa perfeitamente com a melodia, a história de um rapaz que dirige desesperado pelas famosas e perigosas curvas de Santos (cidade do litoral de São Paulo) para esquecer um antigo amor. São Paulo também tem grande significado na vida do artista porque ele foi projetado para todo o país através do programa dominical Jovem Guarda (na TV Record), que era produzido na terra da garoa.

3 – Coimbra – 1966

Nos seus primeiros álbuns, Roberto cantou uma canção portuguesa – Coimbra. Ele conseguiu com que a juventude brasileira cantasse o romantismo dos jovens de Portugal através de sua interpretação singular. Neste vídeo, o Rei (bem garoto) aparece em 1966 em gravação para a TV Portuguesa. Neste ano, ele foi comemorar seu aniversário em quatro concertos em Lisboa. Já ficou claro como Portugal é importante para ele!

4 – Lady Laura – 1978

Em seus shows “Lady Laura” sempre está presente. A música foi feita em homenagem a sua mãe – Laura Braga. Sua mãe foi uma grande companheira e incentivadora. Quando ele precisou, ela foi ao Rio para acompanha-lo nas boates onde ia cantar como crooner (antes de enveredar pelo rock e estourar para o mundo). A música foi feita no final dos anos 70 e mostra todo o seu carinho para com a mãe que era homenageada não somente na música, mas também nos seus barcos, que eram chamados todos de “Lady Laura” também!

5 – Amigo – 1977

Em uma festa de aniversário do Rei, alguns amigos foram cantar com ele. Dentre eles estava Erasmo Carlos, seu grande amigo com quem assina a maioria dos seus sucessos (a amizade entre os dois era tão grande que as pessoas pensavam que eram irmãos). Após a festa encerrar e Erasmo ter cantado e feito o amigo se emocionar, Roberto pegou uma melodia que havia feito com o parceiro e começou a compor uma letra. “Amigo” estourou em 1977 e dois anos depois emocionou novamente os compositores quando foi cantada por um coral de crianças para o Papa João Paulo II, quando este visitou o México (obs.: esta era a música predileta do pontífice).

6 – Canzone per te – 1968

Uma das músicas mais importantes na história do Rei é italiana. “Canzone per te” foi defendida por ele no famoso Festival de Sam Remo, na Itália em 1968. Na disputa grandes vozes estavam disputando a primeira colocação estava o próprio compositor, o italiano Sergio Endrigo. No vídeo a seguir, ele interpreta a canção pela segunda vez no Festival, quando é chamado para o palco para receber os aplausos pelo 1º lugar. A canção continua sendo cantada por ele em seus shows e ajudou a projetá-lo para o mundo.

 

7 – Proposta – 1973

“Proposta” foi a primeira canção sexual do repertório do cantor. Ela marca um amadurecimento nas suas canções a partir do seu lançamento em 1973. Embora ele tenha sempre cantado o romantismo em suas canções, todas elas traziam a peculiaridade da juventude, sempre com baladas falando de beijos, velocidade, festas, nunca falando sobre sexo. Os versos “eu te proponho te dar meu corpo, depois do amor o meu conforto” foram tão bem recebidos pelo público que nos anos seguintes ele voltaria cantando outros versos quentes como em “Seu corpo”, “Os seus botões” e “Cavalgada”.

8 – Como vai você – 1972

O disco de 1972 trouxe vários sucessos reunidos em um só álbum. Entre “A Montanha”, “À Distância” e “Quando as crianças saírem de férias”, encontra-se “Como vai você”, de autoria de Antônio Marcos e Mário Marcos. Esta música em espanhol (Que será de ti) virou um grande sucesso em todo o território musical latino. Ela se encontra em todos os shows do artista, que faz sempre uma pequena brincadeira: “sempre me dá vontade de falar coisas, perguntar coisas para vocês… mas acho que é melhor eu falar cantando” e começa “como vai você, eu preciso saber da sua vida…”. O vídeo abaixo traz uma gravação de um show seu no Chile em 1994. É possível ver sua facilidade de comunicação com o público na língua espanhola. Isso mostra que ele não é um ícone brasileiro e sim do mundo inteiro.

9 – Amada Amante – 1971

As mulheres sempre tiveram o privilégio de serem representadas nas canções do Rei. Apaixonado por elas, ele compôs “Amada Amante” que estourou tanto no Brasil quanto em toda a América Latina. Abaixo segue um vídeo dele cantando a música em espanhol e o público recebendo loucamente o sucesso.

10 – Jesus Cristo – 1970

Encerramos a seleção da mesma forma como o Rei encerra todas as suas apresentações, com a música Jesus Cristo. Em 1970, ele lançou aquela que seria a primeira música com mensagem religiosa. Nos anos seguintes Roberto continuou a compor sempre uma música gospel. Somente nos anos 90, com o aparecimento de novas canções religiosas como “Nossa Senhora” e “Luz Divina”, que ele vai lançar o CD “Mensagens”, que é uma compilação de todas as músicas de tema religioso compostas por ele ao longo da sua carreira. Abaixo o encerramento do show que ele canta “Jesus Cristo” na terra do Filho de Deus – Jerusalém (2012).

Parabéns, Roberto Carlos!

Obrigado por tantas emoções!

Encontre a discografia de Roberto Carlos em:

Saraiva

Livraria Cultura

Fnac.pt

Amazon.com

Amazon.co.uk

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *