Home / Entrevistas /

Um Portal de Música que deve conhecer: Tenho Mais Discos Que Amigos!

Um Portal de Música que deve conhecer: Tenho Mais Discos Que Amigos!

Mídia Kit Blog Mundo de Músicas
 

A primeira coisa que me sinto obrigado a confessar é isto: o Tenho Mais Discos do que Amigos! tem um nome perfeito! Sinto até alguma inveja pela escolha do meu companheiro Tony Aiex, o fundador deste portal de música sensacional, que tive o prazer de entrevistar à distância através da Internet.

Na verdade a frase que intitula o blog é bem verdadeira para a grande maioria dos melómanos. E demonstra de forma singela o espírito que este projecto digital sobre música e cultura assume na blogosfera.

Fundado em 2009 por Tony Aiex, o Tenho Mais Discos do que Amigos! vive intensamente a música nas suas várias vertentes, como facilmente fica demonstrado pelo ritmo de publicações neste portal de música: são 10 posts por dia com novidades, entrevistas, resenhas, listas, editoriais e muito mais!

Além do excelente trabalho nos conteúdos e nas redes sociais, o site tem extremo bom gosto nas suas escolhas editoriais, reflectindo tudo isso num conjunto de textos realmente úteis e informativos para os amantes da música. E os números comprovam o sucesso deste projecto digital brasileiro.

O Tenho Mais Discos Que Amigos! nasceu como um blog sobre discos de vinil mas transformou-se num dos portais de música mais importantes do Brasil, alcançando atualmente mais de 600 mil pessoas por mês!

Fazendo uma ligação importante entre a música alternativa e o mainstream, o TMDQA! fala sobre música internacional e brasileira, incluindo coberturas, entrevistas, editoriais e exclusivos no Facebook, Twitter, Snapchat, Instagram e um programa em vídeo. Em 2016, o site celebrou o seu sétimo aniversário com uma coleção de camisetas inédita e exclusiva da Chico Rei!

Por todas estas razões foi com enorme satisfação que consegui realizar a entrevista que pode ler a seguir com o Tony Aiex, o principal responsável por este espaço original e único, onde revela que tem uma “dedicação intensa, praticamente 24 horas por dia, 7 dias por semana”. Para concluir esta introdução, termino dizendo que sou um grande admirador do trabalho do Tony Aiex e da sua equipa de colaboradores e não apenas recomendo como considero obrigatório conhecer agora mesmo este portal de música sensacional!

Entrevista completa com Tony Aiex do blog Tenho Mais Discos do que Amigos!

 

Mundo de Músicas (MM): Qual foi o principal motivo para o nascimento do blog?

Tony Aiex (TA): Foram dois motivos, na verdade, o primeiro deles é que eu ouvia muita música boa e sempre via as pessoas dizendo que não sabiam o que ouvir, porque tudo era ruim. Além disso, aqui no Brasil, tínhamos apenas áreas de música de grandes portais de Internet, que falavam sempre das mesmas coisas, ou sites muito específicos, que falavam só de Punk, só de Indie, só de Heavy Metal e por aí vai. Eu quis fazer uma ponte entre esses dois mundos.

O segundo motivo foi bastante pessoal. Eu não era feliz com a minha vida profissional e precisava fazer outra coisa com a minha vida. Me formei em Informática, fui administrador de redes e programador, mas odiava fazer tudo isso, então comecei a escrever.

(MM): Qual é a missão do projecto?

(TA): Divulgar música brasileira e internacional, de todos os tamanhos, do independente ao mainstream, para o maior número de pessoas e fãs possível.

(MM): Qual a regularidade das publicações de novos posts?

(TA): Somos um portal de música, então publicamos pelo menos 10 posts por dia entre novidades, entrevistas, resenhas, listas, editoriais, etc.

(MM): Existe uma equipa por detrás do projecto? Quantos são?

(TA): Eu faço a maior parte de todo conteúdo, cerca de 60-70%, além de parte comercial, mídias sociais, parcerias e tudo mais que envolve o blog. Também tenho uma equipe de colaboradores de cerca de 10 pessoas que publicam matérias semanalmente.

(MM): Fazes este trabalho de forma amadora ou profissional?

(TA): Comecei de forma amadora em 2009 e desde 2013 sigo de forma profissional. É o meu emprego formal e a maneira como eu me sustento nos últimos cinco anos.

(MM): A sobrevivência do projecto depende da monetização do blog (publicidade, programas de afiliados, posts patrocinados)?

(TA): Com certeza. Seria impossível continuar sem que ele rendesse dinheiro, já que a dedicação é intensa, praticamente 24 horas por dia, 7 dias por semana.

(MM): Existe algum tipo de parceria com outros blogs ou marcas? Se sim, quais e qual o seu âmbito?

(TA): Somos parceiros de nomes da música, como gravadoras, agências, publishers e mais. Já fizemos ações com marcas mas não temos nenhum tipo de parceria fixa.

(MM): O blog tem abertura para receber novos colaboradores ou é um projecto fechado nesse aspecto?

(TA): Tem abertura sim. Acontece com frequência tanto comigo convidando novos colaboradores como com outros sendo indicados por pessoas que já escrevem com a gente.

 

(MM): Qual a importância das redes sociais para o projecto?

(TA): São fundamentais. Quando comecei em 2009, o Twitter era a rede social do momento. Como eu iniciei o blog do zero e não tinha ninguém já conhecido me bancando, tinha que começar a divulgar de alguma forma para ser ouvido. Fiz muitas promoções sorteando discos de vinil, CDs, camisetas e vários itens relacionados à música. Pedia para que as pessoas seguissem no Twitter e nos mencionassem, assim a palavra foi sendo espalhada.

Hoje em dia o Facebook é fundamental para o alcance e a divulgação das matérias e outras redes sociais como o Instagram são complementares para manter as coisas acontecendo.

(MM): Gostavas ou tens intenção que este blog um dia evoluísse da Internet para se transformar num negócio, marca, serviço ou empresa?

(TA): Nós temos algumas ações no “mundo real”, como um festival de música que realizamos em Brasília esse ano. Fora isso, não tenho intenção de outras frentes, pelo menos por enquanto.

(MM): Qual é o balanço (face aos objectivos, resultados e feedback dos utilizadores) que é possível fazer hoje deste projecto?

(TA): Estou muito satisfeito com tudo que consegui nesses 8 anos e meio de blog. Desde o início do projeto eu coloquei na minha cabeça que ele seria a coisa mais importante da minha vida e a possibilidade de que eu ganhasse dinheiro fazendo o que eu gosto, então corri atrás e agora vejo tudo acontecendo. Deu muito trabalho, passei por períodos terríveis para conciliar trabalho, estudo e blog, mas valeu a pena.

(MM): Sobre as mudanças ocorridas na indústria musical nos últimos anos recaem muitas opiniões diversas. O que vocês acham? A Música no geral beneficiou com a Internet?

(TA): A música ficou mais democrática, isso é um fato. Antes nós ouvíamos o que tocava no rádio e assistíamos ao que passava na televisão. Hoje temos blogs, redes sociais, plataformas de streaming pagas e gratuitas e um número impressionante de opções onde podemos descobrir bandas dos mais variados estilos e tamanhos. Isso é muito bom.

Não sei como estão as coisas em Portugal, mas aqui no Brasil passamos por uma das fases mais incríveis dos últimos anos na música independente, com festivais acontecendo em todo o país, sempre lotados, e bandas que não estão ligadas a grandes gravadoras carregando legiões de fãs por aí. Muito disso é influência direta da Internet.

(MM): E já agora, para terminar, qual o conselho ou dicas que podes dar aos bloggers que estão a começar agora neste tipo de projectos online?

(TA): A principal dica que eu dou é levar o trabalho a sério. Mesmo. Conheço muita gente que desistiu de seus projetos porque eles não deram certo, mas também vi que elas não o levaram a sério. Eu costumo comparar os blogs iniciantes a bandas iniciantes. Muitas bandas querem fazer sucesso mas não fazem shows, não divulgam o trabalho, não correm atrás e esperam que alguém ouça suas músicas. Vejo muita gente começando blogs, escrevendo alguns textos e desistindo rapidamente. Passam a escrever uma vez por mês e acham que isso é suficiente para um dia dar certo. Comprometimento é a palavra-chave aqui, principalmente por se tratar de algo que você ama fazer. Como eu falei antes, é muito difícil, é doloroso, eu levei quatro anos para transformar o hobby em emprego, mas não me perdoaria se tivesse desistido.

 

INFO E LINKS OFICIAIS TENHO MAIS DISCOS DO QUE AMIGOS!

BLOG: http://www.tenhomaisdiscosqueamigos.com

ANO DE CRIAÇÃO: 2009

AUTOR: Tony Aiex

FEED DO BLOG: http://www.tenhomaisdiscosqueamigos.com/feed/

FACEBOOK: https://www.facebook.com/tenhomaisdiscosqueamigos/

TWITTER: https://twitter.com/mdiscosqamigos

YOUTUBE: https://www.youtube.com/user/mdiscosqamigos

INSTRAGRAM: https://www.instagram.com/tmdqa/

GOOGLE+: https://plus.google.com/+Tenhomaisdiscosqueamigos

SPOTIFY: https://open.spotify.com/user/tenhomaisdiscosqueamigos

LOJA: https://chicorei.com/tenho-mais-discos-que-amigos

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *