Home / Concertos /

Vodafone Paredes de Coura 2019 (dia 1): Lotação esgotada em noite de aquecimento

Vodafone Paredes de Coura 2019 (dia 1): Lotação esgotada em noite de aquecimento

O primeiro dia da edição 2019 do festival Vodafone Paredes de Coura (PdC) ficou marcado pela primeira grande enchente de público, algo pouco habitual no dia de arranque, mas que o facto de se seguir um feriado não é alheio.

Para além disso, os norte-americanos The National foram também uma força de enorme atracção, apesar de o concerto ter ficado bastantes furos abaixo do que era esperado.

The National – Paredes de Coura 2019

Perante uma massa humana que ocupava todo o anfiteatro natural da margem do Coura, Matt Berninger e companhia protagonizaram uma actuação sensaborona e sem qualquer rasgo, a que se juntou uma qualidade de som pouco recomendável. Foi melhorando com o decorrer do concerto, mas nunca esteve no ponto.

Mesmo assim, a vasta legião de fãs presente não deixou de desfrutar e se deleitar com as canções dos The National, extraídas essencialmente dos dois últimos álbuns (Sleep Well Beast, de 2017, e I Am Easy to Find, de 2019), mas com um toque em toda a discografia.

Antes dos The National fecharem o Palco Vodafone, o único a laborar no primeiro dia, os australianos Parcels lançaram a festa no recinto, com a sua pop dançarina. Foi o momento mais feliz do primeiro dia, com o público a aproveitar para dar os primeiros passos de dança e para rasgar sorrisos no rosto.

Parcels – Paredes de Coura 2019

As hostilidades do primeiro dia arrancaram com os portugueses Bed Legs, seguindo-se a australiana Julia Jacklin e ainda os brasileiros Boogarins.

A banda do país de Marielle Franco trouxe um som muito colado a Tame Impala e a Beach House, mas sem grande novidade. Agradável, mas pouco mais, apesar de o público ter aderido facilmente à proposta.

Ainda assim, o primeiro dia é sempre um dia de grande confraternização, com os festivaleiros, já todos instalados, a encontrarem-se, muitos, apenas, um ano depois, naquilo a que gostam de chamar Couraíso.

Para os mais resistentes, no Palco After-Hours, os Kokoko! ofereceram rock com sabor africano, enquanto Nuno Lopes fechou a noite, como já é tradição, no primeiro momento de dancetaria do PdC’19.

Fotos: Sofia Salgado Mota

Confira também as crónicas sobre os outros dias do Vodafone Paredes de Coura 2019 nos links em baixo:

Vodafone Paredes de Coura 2019 (dia 2): A velha guarda ainda marca a nova ordem

Vodafone Paredes de Coura 2019 (dia 3): A rockalhada em noite para mentes deambulantes

Vodafone Paredes de Coura 2019 (dia 4): Quando a palavra vale mais do que mil berros

Boogarins – Paredes de Coura 2019

The National – Paredes de Coura 2019

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *