Home / Lendas da Música /

Descubra 20 pérolas esquecidas na obra de Roberto Carlos

Descubra 20 pérolas esquecidas na obra de Roberto Carlos

Mídia Kit Blog Mundo de Músicas
 

Há mais de cinco décadas o nome de Roberto Carlos é celebrado por onde passa por todo o Brasil e por toda a América Latina. Rei é como ele é chamado carinhosamente pelos seus milhões de amigos.

Sua primeira gravação foi em 1959, com o long-play “Louco por você”. Mas é apenas em 1963 que ele emplaca com uma música – “Splish Splash”, versão livre de Erasmo Carlos para a homônima balada americana. Da Jovem-Guarda pra cá, Roberto Carlos jamais deixou de gravar e emplacar um grande sucesso.

Sua produção passou dos temas mais ou menos inocentes do iê-iê-iê (“O Gênio”, “Eu te darei o céu”, “Eu te amo, te amo, te amo”) dos anos 60 para se transformarem em canções sensuais e sexuais (“Proposta”, “Os seus botões”, “Cavalgada”) nos anos 70.

Entre temas de carros em alta velocidade, amores consagrados ou fracassados, Roberto expos sua fé em músicas que hoje fazem parte do repertório de milhares de igrejas (“Jesus Cristo” e “Nossa Senhora”). RC pode ser considerado um fenômeno pelo fato de jamais ter saído de evidência ao longo da sua carreira (cada passo dele, na sua arte e na sua vida pessoal, é motivo suficiente para gerar burburinho por toda a mídia).

Confira também outros posts no Blog Mundo de Músicas sobre Roberto Carlos:

Roberto Carlos: quando Eles interpretam o Rei

Roberto Carlos: celebre 76 anos do maior Astro do Brasil

Obra de Roberto Carlos sempre a crescer

Neste ano, ele lançou duas músicas inéditas que inspiraram a construção deste texto. Seu novo sucesso é “Sereia”, tema da personagem protagonista da novela das 9 da TV Globo (A Força do Querer, Glória Perez). Essa música é tocada todos os dias e assistidas por milhões de pessoas que garantem a alta audiência da novela.

A outra música do seu novo compacto não fez o sucesso desejado (e merecido também) mesmo após quatro meses do seu lançamento em plataformas digitais e lojas físicas. A canção “Vou chegar mais cedo em casa”, sua nova parceria com Erasmo, merecia uma receptividade maior. Creio que uma divulgação maior também (o que faltou)! A canção é suave e romântica, segue o estilo de clássicos como “Seu corpo”, “Café da manhã” e “O gosto de tudo”.

VEJA TODA A DISCOGRAFIA DE ROBERTO CARLOS NAS LOJAS ONLINE:

FNAC PORTUGAL

SUBMARINO

LIVRARIA CULTURA

Pensando no sucesso ainda não alcançado com a canção, selecionamos 20 pérolas esquecidas na obra de Roberto Carlos. Para um artista que lançou por mais de trinta anos ininterruptos um álbum com uma média de 10-12 canções, poderíamos trazer um número bem maior de músicas esquecidas. Cabe entretanto, contentamo-nos com estas vinte.

São temas lindos, mas que infelizmente foram atropelados pelas suas dezenas de sucessos. Confira em baixo, clicando em cada título pode ouvir a música.

(obs.: quando a música não tiver o compositor especificado é porque faz parte da parceria Roberto Carlos e Erasmo Carlos)

#1 – Atitudes

“Eu não previ

Que o nosso sonho terminasse assim

O que não serve pra você

Não adianta pra mim”

(Getúlio Cortes)

 

#2 – A namorada

“Você, que vem de dentro da saudade que eu sentia

Da noite mal dormida, da minha fantasia

Você, que renasceu do meu segredo

Do meu sonho, do meu medo

Do meu verso e da verdade derradeira

Você a companheira”

(Carlos Colla e Maurício Duboc)

 

#3 – Palavras

“Não, não vá me dizer

palavras que venham

Me fazer chorar depois

Eu sei que vou viver

Por muito tempo ainda

Das lembranças de nós dois.”

 

#4 – Por amor

“Mas se um dia

Se um dia você voltar

Então eu terei chance de me levantar

Pois só você me pode

Estender a mão

Mas se não for por amor

Me deixe aqui no chão”

 

#5 – Você já me esqueceu

“É noite amor

E o frio entrou no quarto que foi seu e meu

Pela janela aberta onde eu me debrucei

Na espera inútil e você não apareceu”

(Fred Jorge)

 

#6 – Quando as crianças saírem de férias

“Quando chego em casa eu encontro

Minha turma esperando sorrindo

E lá vou eu

de xerife ou de homem do espaço

No seu mundo esquecer o cansaço

E o tempo vai.”

 

#7 – Rotina

“O dia vai passando, a tarde vem

E pela noite eu espero

Vou contando as horas que me separam

De tudo aquilo que mais quero

Meu rosto se ilumina num sorriso

No momento de ir embora

Não posso controlar minha vontade

De sair correndo agora”

 

#8 – Você em minha vida

“Você me mostrou o amanhecer de um lindo dia

Me fez feliz, me fez viver

Num mundo cheio de amor e de alegria

E me deixou no anoitecer”

 

#9 – Voltei ao passado

“Eu voltei ao passado

E lembrei de você

Revivi tantos sonhos

Que você também viveu…”

(Eduardo Ribeiro e Mauro Motta)

 

 

 

#10 – A cigana

“Na distância vi seu vulto desaparecer

Nunca mais seu rosto eu pude ver

Na distância vi seu vulto desaparecer

Nunca mais seu rosto eu pude ver”

 

#11 – Eu me vi tão só

“Eu me vi tão só

Enfrentando momentos difíceis de solidão

Sem ninguém pra me ouvir, e vivi tão só

Das lembranças contidas no meu coração

Sem saber pra onde ir e assim eu chorei

Pois tudo que eu te dei você não entendeu”

(Edu Ribeiro e Mauro Motta)

 

#12 – Coração

“No meu peito bate forte o mesmo coração

Que depois de tudo grita por você

Nessa canção

Coração, coração

Canta coração”

 

#13 – Paz na Terra

“Antes que o azul do céu se inflame

e a dor nos oceanos se derrame

Deus é pai e o amor não faz a guerra

Peço paz irmãos, aqui na terra, na terra”

#14 – Vê se volta pra mim

“Deixa que eu me acerte com seu coração

Dê mais uma chance aquem te ama

Sem você comigo é triste a solidão

Volta, o meu coração te chama”

(Eduardo Lages e Paulo Sérgio Valle)

 

#15 – Nega

“Eu fui ver o samba lá no morro

Ela apareceu, enlouqueci

Quando ela sambou pedi socorro

Quando ela sorriu, eu descobri

Tô na dela, gosto dela”

 

#16 – Menina

“Menina, me ensina o que eu ainda não sei

Me fala de coisas que eu nunca te falei

Segredos me conta, me aponta, me diz

Me beija, me abraça, me faz feliz”

 

#17 – Tolo

“Fui além dos meus limites

Explodi todas as pontes tentando esquecer você

Quanta insensatez, quanta estupidez

O que eu fiz pra mim”

 

#18 – Só você não sabe

“O meu sofrimento não tem fim

Só você não vê que eu vivo assim

Não se importa com meu sentimento

Minha tristeza, o meu lamento

Mesmo que eu não fale do que sinto

Todo mundo sabe

Só você não sabe, só você não sabe”

 

#19 – Todas as manhãs

“Chuva fina no meu para-brisa

Vento de saudade no meu peito

Visibilidade distorcida, pela lágrima caída

Pela dor da solidão”

 

#20 – De coração

“Mas foi de coração

Com erros, enganos talvez, mas foi de coração

Paixão meio fora dos planos, mas de coração

Quem sabe o sonho mais lindo que eu deixei passar”

(Eduardo Lages e Paulo Sérgio Valle)

 

Se você quiser conhecer as pérolas esquecidas de Roberto Carlos é necessário que você busque a sua obra e ouça os álbuns da primeira faixa até a última. Você verá tanta poesia, tanto romantismo e encanto que você também vai se perguntar: “por que essa canção não fez sucesso?”. De certo, você irá relatar isso aos seus amigos e eles para outros… E quem sabe elas não atinjam os corações apaixonados que outrora não as escutaram?

Aproveite Roberto Carlos! Ouça sua obra!

VEJA TODA A DISCOGRAFIA DE ROBERTO CARLOS NAS LOJAS ONLINE:

FNAC PORTUGAL

SUBMARINO

LIVRARIA CULTURA

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
AdobeStock
 

Partilhar este artigo

Comentários

  • 02 October, 2017

    Muito bom, valeu por compartilhar!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *