Home / Música Portuguesa /

Luísa Sobral: novo álbum com colaborações internacionais

Luísa Sobral

Luísa Sobral: novo álbum com colaborações internacionais

 

Com 3 discos editados até então, a compositora, letrista, intérprete e multi-instumentista Luísa Sobral é facilmente considerada desde meados da década como um dos maiores talentos da música portuguesa contemporânea, tendo conquistado público e críticos, não só em Portugal, como internacionalmente.

Em 2016 a irmã de Salvador Sobral e autora de “Amar Pelos Dois” (tema vencedor do Festival Eurovisão da Canção 2017) confirmou as expectativas quando apresentou o seu quarto trabalho, simplesmente intitulado: Luísa.

Com data de lançamento no dia 18 de novembro, o álbum Luísa é muito provavelmente o disco português gravado por um maior leque de nomes consagrados da música internacional. Gravado em Los Angeles no início de 2016, o álbum permite a Luísa Sobral juntar a sua voz à de muitos artistas reconhecidos.

Na lista de colaborações a participar no álbum de Luísa Sobral destacam-se nomes como Caetano Veloso, Robert Plant, Elvis Costello, Black Keys, Elton John, Diana Krall, entre muitos outros.

Eis abaixo a tracklist das faixas que poderá encontrar no álbum:

  1. Alone
  2. Cupido
  3. I’ll Be Home With You Tonight
  4. Learn How To Love
  5. Jardim Roma
  6. My Man
  7. Janie
  8. Paspalhão
  9. On My Own
  10. Je T’Adore
  11. And So It Goes
  12. Stormy Weather

luisa-sobral-capaAs gravações tiveram lugar no United Recording Studios, em Los Angeles, e contou, portanto, com a participação de muitos músicos notórios: Marc Ribot (guitarra) é considerado um dos mais respeitados guitarristas do Mundo, frequentemente posto lado a lado com vultos como Eric Clapton, Prince ou Pat Metheny, sendo um dos mais próximos colaboradores de artistas como Tom Waits, John Zorn ou Mike Patton.

 

Greg Leisz (guitarra) é outra lenda viva da música: guitarrista de Eric Clapton, tem créditos e colaborações com nomes tão diversos como Bruce Springsteen, Bon Iver, Joni Mitchell, Tracy Chapman, Daft Punk, Robert Plant, John Mayer, Wilco ou Bill Frisell.

Os nomes continuam. Jay Bellerose (bateria) mítico baterista, altamente prestigiado e conhecido pela sua sensibilidade e criatividade, já gravou com nomes como Regina Spektor, Elton John, Robert Plant, Aimee Mann, Primal Scream, Diana Krall, T. Bone Burnett ou Ray Lamontagne.

Já no teclado, Luísa contou com a colaboração de Patrick Warren que já gravou com nomes como Tom Waits, Bob Dylan, Bruce Springsteen, Chris Isaak ou Fiona Apple e Lana Del Rey. E, no contrabaixo, foi David Pitch quem entrou para colaborar, depois de contar também com um currículo com nomes de Elton John, John Legend, Madeleine Peyroux e outros.

Levon Henry – que domina o saxofone e clarinete – é o músico mais novo deste leque de veteranos da música, mas tem a particularidade de ser filho de Joe Henry, o produtor do disco e sobrinho de Madonna. Já participou em discos de Beck e de Hugh Laurie, assim como do próprio Joe Henry.

Graças a todas estas colaborações, e à voz incontornável de Luísa Sobral, o álbum Luísa promete ser um ponto marcante da carreira da artista. O trabalho foi produzido por Joe Henry, um dos mais conceituados produtores da atualidade, vencedor de 3 Grammy Awards, e responsável pela assinatura de trabalhos de artistas como Elvis Costello, Solomon Burke, Beck, Hugh Laurie, Emmylou Harris, entre muitos outros, captado e misturado por Ryan Freeland, o prestigiado engenheiro de som que no seu currículo conta com 4 Grammy Awards.

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *