Home / Hip-Hop /

2017: o ano em que Drake bateu o recorde de Adele no Billboard Music Awards

2017: o ano em que Drake bateu o recorde de Adele no Billboard Music Awards

 

O nome de Drake tem-se consolidado no Mundo da Música e o ano de 2017 foi a prova de que o talento do artista não tem fim. Natural do Canadá, Drake estreou-se nas artes performativas na série televisiva Degrassi: The Next Generation. Ainda assim, mesmo tendo participado em mais de 130 episódios, o sucesso pelo qual veio a ser conhecido em todo o mundo foi mesmo aquele que alcançou com a sua música.

O caminho que percorreu desde que lançou a sua primeira mixtape em 2006 é digno de nota. Nesse ano lança For Improvement, pela gravadora All Things Fresh, sucedida no ano seguinte por Comeback Season e, por fim, So Far Gone, em 2009. A evolução musical era notável de mixtape para mixtape, tal como a atenção que ia chamado. Não é por acaso que a mixtape contém participações de rappers como Lil Wayne e Bun B.

O primeiro álbum de estúdio marca uma nova fase da sua carreira em 2010, quando Thank Me Later chega às lojas e nos apresenta os singles Over e Find Your Love, trazendo também colaborações de rappers como Jay-Z e Lil Wayne. Se foi aplaudido pelo seu primeiro álbum, mais aplausos recebeu quando o álbum Take Care chega em 2011 e lhe vale o Grammy de melhor álbum de rap.

Nothing Was The Same, o terceiro álbum de estúdio, chega dois anos depois mas rapidamente é abaraçado pelo público. Os singles Started from the Bottom e Hold On, We’re Going Home marcam a carreira do autor. Em fevereiro de 2015 lança a sua quarta mixtape, If You’re Reading This It’s Too Late. O projeto foi primeiramente classificado como o quarto álbum de estúdio de Drake, mas o próprio rapper afirmou numa entrevista que o projeto era apenas uma mixtape e que o seu quarto álbum de estúdio só seria lançado em 2016.

CONFIRA DISCOGRAFIA COMPLETA DE DRAKE NAS SEGUINTES LOJAS ONLINE:

FNAC PORTUGAL

LIVRARIA CULTURA

AMAZON

 

Domínio total de Drake nos Billboard Music Awards

E assim foi. Em 2016, Views chega ao mercado com os singles Hotline Bling, One Dance, Pop Style, Controlla e Too Good, tornando-se em poucas semanas no álbum mais vendido da carreira de Drake. A confirmação deste sucesso foi ainda reconhecida durante a cerimónia dos Billboard Music Awards, na qual foi distinguido com 13 vitórias, superando o recorde que Adele mantinha desde 2012.

Drake, que venceu nas categorias melhor artista, melhor artista homem e melhor álbum de rap por Views, depois posou para fotógrafos rodeado por seus troféus em formato de microfone.

A cerimónia de três horas – apresentada pelo artista de hip-hop Ludacris e pela protagonista do filme High School Musical, Vanessa Hudgens – contou ainda com apresentações de Miley Cyrus, Chainsmokers, Nicki Minaj e Imagine Dragons.

Beyonce e Twenty One Pilots ganharam cada um cinco prémios, embora estivessem ausentes da cerimónia. A banda Chainsmokers levou quatro, incluindo melhor colaboração e melhor música “Hot 100” por “Closer” com Halsey.

   

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *