Home / Jazz /

O disco perdido de John Coltrane é uma obra-prima de sucesso mundial

O disco perdido de John Coltrane é uma obra-prima de sucesso mundial

Mídia Kit Blog Mundo de Músicas
 

A notícia recente da descoberta de um álbum de estúdio perdido de John Coltrane, gravado em 1963 com o seu Classic Quartet, surpreendeu o mundo da música. Mas a verdade é que 55 anos depois, o disco Both Directions at Once: The Lost Album resultou na melhor semana de vendas de sempre para o músico norte-americano.

A 6 de Março de 1963, John Coltrane e o seu Classic Quartet – McCoy Tyner, Jimmy Garrison e Elvin Jones – gravaram um álbum inteiro de estúdio nos lendários Van Gelder Studios. A música desse disco, que inclui composições inéditas e temas raros nunca antes ouvidos, é já considerada o santo graal do jazz. Neste post pode conhecer a história completa de um disco histórico.

Mais de 50 anos depois da sua morte, John Coltrane ultrapassou os seus recordes de vendas um pouco por todo o mundo. É incrível, mas é demonstrativo do poder da música assinada por John Coltrane, o único músico que foi elevado à condição de santo e que ainda hoje é venerado pelos fiéis da Saint John Coltrane Church.

 

 

De forma inesperada e rara com obras de jazz em Portugal, o disco Both Directions at Once: The Lost Album entrou diretamente para o top 20 dos álbuns mais vendidos na semana de lançamento!

A nível internacional o álbum entrou no n.º 21 do Top 200 da Billboard, a mais alta posição que teve nesta tabela de vendas, colocando-o ao lado de discos de nomes populares como Drake e Florence The Machine.

Este sucesso ganhou eco em todo o mundo, tendo ainda entrado no top 20 de vendas em países como Reino Unido, França, Alemanha, Japão, Espanha, Bélgica, Holanda, Áustria, Itália, entre outros. Both Directions at Once: The Lost Album é a gravação original mais antiga a entrar nos tops este ano.

Na semana de lançamento, o “consumo total” deste álbum perdido excedeu as 100 mil unidades, um número quase sem precedentes para um disco de jazz. O disco liderou as tabelas de jazz e, nos EUA, está atualmente no n.º 2 do top de vendas de vinil, no n.º 3 do top de vendas físicas, no n.º 9 de top digital e no n.º 3 do Top Internet da Billboard.

Devemos realçar ainda que o álbum perdido de John Coltrane já atingiu o 1.º lugar do top da Amazon e o 9.º lugar do iTunes!

A notícia do lançamento de Both Directions at Once: The Lost Album entusiasmou o mundo da música, mesmo com Kanye West e Drake a lançarem novos álbuns na mesma altura.

Lady Gaga e Billy Joel escreveram tweets sobre o seu entusiasmo e meios de imprensa como o New York Times, Wall Street Journal, NPR, Hypebeast, Rolling Stone e Okayplayer, entre outros, elogiaram muito este lançamento, tendo a NPR descrito o álbum como “um tesouro enterrado”.

 

 

CONFIRA O NOVO DISCO DE JOHN COLTRANE NAS LOJAS ONLINE:

FNAC PORTUGAL

ITUNES

AMAZON REINO UNIDO

AMAZON INTERNACIONAL

LIVRARIA CULTURA

SARAIVA

 

Conheça toda a história do disco perdido de John Coltrane

A primeira semana de março de 1963 foi muito atarefada para John Coltrane. Estava a meio da residência de duas semanas no Birdland e estava a preparar-se para gravar o célebre álbum John Coltrane and Johnny Hartman, o que aconteceu a 7 de Março. Mas um dia antes houve uma sessão de gravação que se tornou lendária, até hoje.

 

A 6 de Março, Coltrane e o seu quarteto foram para os Van Gelder Studios e gravaram material suficiente para um álbum, incluindo várias composições originais que nunca foram gravadas noutro lugar. No final do dia, Coltrane deixou os Van Gelder Studios com as gravações na mão, que partilhou com a sua mulher, Naima.

 

 

Durante 54 anos ninguém voltou a tocar nestas gravações, até que a editora Impulse! abordou a família do músico para finalmente lançar este álbum perdido. Embora os masters nunca tenham sido encontrados, as gravações que se descobriram estavam em excelentes condições.

Neste álbum encontram-se 2 temas originais completamente desconhecidos e nunca ouvidos até hoje. “Untitled Original 11383” e “Untitled Original 11386”, ambos tocados com John Coltrane no saxofone soprano (habitualmente tocava saxofone tenor).

“11383” conta com um solo de contrabaixo com arco de Jimmy Garrison, uma raridade, e “11386” traz uma mudança estrutural significativa para o quarteto, uma vez que eles regressam sempre ao tema principal entre os solos, o que não era comum no repertório do quarteto.

Além destes 2 originais desconhecidos, “One Up, One Down” – lançado previamente apenas numa bootleg dos concertos no Birdland – pode agora ser ouvido na sua gravação de estúdio pela primeira e única vez.

“Impressions”, uma das mais célebres e gravadas composições de Coltrane, é aqui tocada em trio, sem piano, numa versão esplêndida.

Foi também nesta sessão de estúdio que Coltrane gravou pela primeira vez “Nature Boy”, composição que voltou a gravar em 1965, sendo que as duas versões são bem diferentes entre si: a que integra esse álbum perdido não tem solos e não tem mais que três minutos de duração.

A outra composição não-original do álbum é “Vilia”, da opereta “The Merry Widow” de Franz Lehár. A versão com saxofone soprano que se encontra na Edição Deluxe é a única faixa desta sessão que já tinha sido gravada anteriormente.

Both Directions at Once: The Lost Album é um grande acréscimo ao catálogo de John Coltrane e uma das descobertas recentes mais importantes para o jazz,, sendo também uma prenda inesperada de excelência assinada pelo génio musical do santo do jazz.

A 17 de novembro de 2017 o aclamado documentário Chasing Trane: The John Coltrane Documentary, de John Scheinfeld, foi editado em DVD e Blu-ray com material bónus exclusivo.

No mesmo dia chegou às lojas a banda sonora do filme, Chasing Trane: The John Coltrane Documentary Original Soundtrack, em CD, duplo vinil de 180 gramas e em formato digital.

O percurso de John Coltrane enquanto homem e artista é retratado em Chasing Trane, que reflete ainda sobre o contexto social, político e cultural da época. O filme é o olhar definitivo sobre o músico e compositor que destruiu fronteiras e cuja influência continua a sentir-se em todo o mundo.

 

 

CONFIRA A DISCOGRAFIA DE JOHN COLTRANE NAS LOJAS ONLINE:

FNAC PORTUGAL

ITUNES

AMAZON REINO UNIDO

AMAZON INTERNACIONAL

LIVRARIA CULTURA

SARAIVA

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
   

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *