Home / Archives /

Jazz

Jazz / 8 posts encontrados

Portugal vence Festival Eurovisão com música mágica de Salvador Sobral

A vitória inédita de Portugal no Festival Eurovisão da Canção 2017 aconteceu como todos os fenómenos extraordinários. Sem aviso prévio, o mundo inteiro viu nascer uma estrela de dimensão universal através da interpretação de “Amar Pelos Dois”, uma música simples, singela, cantada com alma e muito coração por Salvador Sobral, um jovem cantor que até então era quase desconhecido. Mas que arrebatou o troféu com a pontuação máxima e o aplauso generalizado da crítica, público e júri.

Discos raros de Frank Zappa celebram o Génio de um Pioneiro Musical

Para a história da música, Frank Zappa será sempre relembrado como um dos mais controversos e geniais músicos de sempre. O seu pioneirismo e visão de vanguarda fizeram dele uma figura pioneira no rock ao ponto de ser impossível imaginar o género sem o contributo que nos deu através da sua guitarra. E agora duas dezenas de gravações raras e limitadas regressam para celebrar o seu Génio.

Saudade Eterna do Deus dos Sonhos: hoje recordo Mark Sandman

Mark Sandman foi o primeiro artista mundialmente famoso cuja morte realmente me afetou profunda e eternamente. Não apenas adorava, como amava e ainda amo a música dos Morphine com uma paixão diferente de qualquer outro grupo musical. E hoje choro a ausência terrena do Deus dos Sonhos. No dia 1 de Julho de 1999 estive no último concerto inteiro realizado pela banda Morphine, realizado no Hard Club em Vila Nova de Gaia (Portugal). Mark Sandman, líder do grupo norte-americano, morreu 2 dias depois em Palestrina, Itália, num local sagrado: em cima do palco, quando ia começar a tocar “Super Sex”, que seria a sétima canção do concerto perante o público italiano.

Diana Krall: a voz que aproximou o público do jazz

Estamos a 16 de novembro de 1964, na Colúmbia Britânica, no Canadá. É aí, no seio de uma família musical, que nasce uma pequena bebé que anos mais tarde seria consagrada como uma talentosa artista, talvez a mais brilhante da sua família. Neste post, é de Diana Krall que falamos, recontando a história desta artista de jazz que tem conquistado o mundo com a sua voz talentosa.

Tom Waits: um soberbo e invulgar contador de histórias

Existem 3 tipos de cantores: aqueles que seguem determinada tradição musical e com a sua personalidade imprimem um novo olhar sobre o género em que se inserem, e os vocalistas que inventam uma nova linguagem, quebrando com os cânones estabelecidos. E depois existe Tom Waits: que é um cantor e performer à parte e não corresponde a nenhum destes estereótipos!

Chet Faker mostra as suas duas facetas em Built on Glass

O estilo electro e mais relaxado de Chet Faker surpreendeu-me quando ouvi pela primeira vez Talk Is Cheap. Ao ouvir o álbum Built On Glass de rajada, aprovei-o de imediato nos meus interesses musicais e na minha lista do Spotify, mas foi apenas nas semanas seguintes que dispensei alguns minutos para expandir os horizontes e conhecer melhor o universo musical de Chet Faker.

Band à Part: covers que podiam muito bem ser originais

O bom gosto francês e a bossa nova brasileira dos anos 60 juntaram-se num álbum que trocou as voltas aos clássicos, vestindo-os com novas sonoridades. Contando com a colaboração de várias artistas femininas, Marc Collin e Olivier Libaux, os mentores do projeto Nouvelle Vague, criaram Band à Part. Lançado em 2006, este foi o segundo disco do grupo, cujos temas pouco ou nada devem aos originais.

Hugh Laurie: Didn’t It Rain e o lado musical de Dr. House

Muitos não sabem, mas a verdade é que Hugh Laurie é um artista multifacetado, capaz de se expressar nas várias linguagens artísticas, sendo elas mais ou menos musicais. Além da representação e da música, o britânico fez já várias incursões ao mundo da comédia, da escrita e da realização.