Home / Archives /

Hip-Hop

Hip-Hop / 6 posts encontrados

Colors: Descubra o Arco-Íris Sonoro Embriagante de Beck

Já descrito pela revista Rolling Stone como “uma explosão eufórica de pop experimental”, o 13.º álbum de estúdio de Beck, intitulado Colors, ficou disponível nas lojas numa… sexta-feira, dia 13. Sorte ou azar este é título mais apropriado da discografia de Beck, pois tal como toda a sua carreira, o disco desdobra-se num arco-íris embriagante de surpresas e doces auditivos que merecem a escuta atenta dos ouvintes.

2017: o ano em que Drake bateu o recorde de Adele no Billboard Music Awards

O nome de Drake tem-se consolidado no Mundo da Música e o ano de 2017 foi a prova de que o talento do artista não tem fim. A confirmação deste sucesso foi ainda mais reconhecida durante a cerimónia dos Billboard Music Awards de 2017, na qual foi distinguido com 13 vitórias, superando o recorde que Adele mantinha desde 2012. Conheça a história de Drake neste post!
kendrick lamar

Kendrick Lamar: a escalada de sucesso do rapper que faz música humana

O nome de Kendrick Lamar tem-se tornado cada vez mais lendário no Mundo da Música. De álbum para álbum, o músico norte-americano vai-nos apresentando uma sucessão de obras musicais que não só ficam na nossa cabeça, mas que estão repletas de significados sociais adaptados ao público que o ouve. Hoje é sobre a carreira e vida deste artista que falamos.
josé james

José James está de regresso com Love In A Time of Madness

No dia 24 de fevereiro chega às lojas o novo álbum de José James que renasce como uma das grandes vozes do R&B contemporâneo. O álbum Love in a Time of Madness, que a crítica está a classificar como “vibrante”, já se encontra em pré-venda e vai incluir o single Always There.
boss ac

Boss AC: quem é arrogante é o hip hop

Como, desde adolescente, o José Manuel Simões primou sempre por uma postura socrática que faz do lema “na humildade é que reside a sabedoria” uma lição de vida, não gostou muito do convencimento e a atitude do tipo “chefão” e pinta de “manda-chuva” de Boss AC. Eis o resultado desse encontro.

Rage Against The Machine: 35 pancadas em cheio na cabeça

No outro dia fui contra um poste. Era de noite, estava a despedir-me do meu grande amigo José Manuel Simões e decidi continuar a falar enquanto olhava para trás e caminhava na direcção oposta, e fui contra um poste no meio da calçada. Bati em cheio com a metade direita da cara. Doeu como o caraças, todavia sorri e continuei a caminhar. Mas foi o suficiente para me recordar como sou estúpido e distraído. E nessa altura lembrei-me dos Rage Against The Machine!