Home / Música Brasileira /

Bruno Martini: um talento brasileiro a brilhar no Mundo inteiro

Bruno Martini: um talento brasileiro a brilhar no Mundo inteiro

Mídia Kit Blog Mundo de Músicas
 

Com uma série de êxitos mundiais no currículo, Bruno Martini continua a afirmar o seu estatuto como um dos novos talentos brasileiros mais inovadores da actualidade musical e, certamente, um dos mais ouvidos pelo universo. 300 milhões de streams depois, neste artigo contamos quem é afinal Bruno Martini.

Apesar da idade precoce, Bruno Martini já trabalhou com ícones do mundo da música e fez colaborações e composições com artistas de peso como William Naraine (Double You) e Afrika Bambaataa.

DJ, produtor, músico e cantor, o mais recente single de Bruno Martini em 2017, “Living On the Outside”, surpreendeu o público em todo o mundo com os seus riffs nostálgicos de guitarra acompanhados pela sua voz ecoante. As plataformas de streaming estão ao rubro!

Para o seu novo tema, o jovem artista brasileiro juntou-se à cantora Isadora para criar uma obra-prima ideal para o Verão. Intitulada Sun Goes Down, a canção é uma preciosidade com uma melodia veraneante e construída em torno de acordes de guitarra delicados e melodias etéreas. O resultado final é um tema cheio de boa energia e animado o suficiente para enlouquecer os fãs de todo o Mundo.

De facto, com apenas 24 anos, Bruno Martini adquiriu tanta experiência ao longo dos anos que se tornou um produtor musical cujo talento é inquestionável. Além de ser multi-instrumentista ele também canta algumas das suas composições.

E neste momento, Bruno Martini é considerado uma das histórias de sucesso mais incríveis de um artista brasileiro. Na verdade, ele tem conquistado o mundo da música de maneira surpreendente, mas tudo começou na infância.

As origens de Bruno Martini

 

Sendo filho de Gino Martini, que fez parte da banda italiana Double You, o jovem desde cedo se habituou às lides musicais. Liderado pelo inglês William Naraine, este conjunto de dance music vendeu mais de 10 milhões de discos no mundo em 30 anos de carreira, que terminou em 2015. Em 1991 tornaram-se mundialmente conhecidos com a regravação da música “Please Don’t Go” (autoria de KC and the Sunshine Band. Chegaram a vender mais de 10 milhões de discos em todo o mundo .

 

Assim, com apenas 8 anos, Bruno Martini aprendeu a tocar violão, permanecendo sempre perto do pai e do convívio artístico. Durante esse período, Bruno Martini observou e aprendeu com produtores nacionais e internacionais, músicos, cantores, engenheiros de som, entre muitos outros que passavam pelo estúdio de Gino Martini.

Apesar da convivência com todos os géneros musicais, a paixão pela música eletrónica aumentou substancialmente quando começa a produzir beats no computador, transformando as suas experiências em canções que ganharam forma na banda de rock College 11, que tinha formado em parceria com a sua colega de escola Mayra Arduini.

Cerca de 3 anos depois, a banda ficou mais conhecida por ter sido a primeira dupla brasileira contratada pela Walt Disney Records fora dos Estados Unidos da América. A banda lançou dois álbuns de estúdio, um de nome homónimo à banda e outro que foi banda sonora de “Que Talento!”, série da televisão brasileira de comédia musical onde figuraram em 2014.

Bruno Martini a solo

Em 2016, Bruno Martini iniciou a sua carreira a solo, lançando logo depois a canção “Somewhere to Go”. E agora com apenas 24 anos, Bruno Martini continua a provar a si mesmo ser uma força criativa ímpar.

O seu primeiro tema, “Heart Me Now”, ultrapassou os 300 milhões de streams, quebrando todos os recordes estabelecidos até então por um artista brasileiro.

O single que se sucedeu, “Never Let Me Go”, rapidamente seguiu o mesmo caminho. Na sua primeira digressão, Bruno Martini atuou ao lado de artistas como Galantis, Hardwell e Afrojack nalguns dos mais importantes festivais internacionais, mantendo uma curva ascendente notória.

Após ter lançado “Sun Goes Down”, Bruno Martini confirmou uma série de concertos: a 23 de julho nos Corona Sunsets, em Puerto Vallarta, no México, a 30 de julho no Tomorrowland, na Bélgica, e a 30 de julho no Rock in Rio.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

     
 

Partilhar este artigo

Comentários

  • 29 June, 2017

    Não conhecia o artista conterrâneo,adorei.Adoro o português de Portugal.

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *