Home /

Article

Arquivos / 48 post/s encontrados

Vodafone Paredes de Coura 2019 (dia 2): A velha guarda ainda marca a nova ordem

E ao segundo dia, o festival Vodafone Paredes de Coura 2019 cumpriu a sua missão, proporcionando diversos momentos de extraordinária qualidade musical, interpretada por músicos de excepção para um público já sedento de animação e de música que alimenta a alma.

Vodafone Paredes de Coura 2019 (dia 1): Lotação esgotada em noite de aquecimento

O primeiro dia da edição 2019 do festival Vodafone Paredes de Coura (PdC) ficou marcado pela primeira grande enchente, algo pouco habitual no dia de arranque. Os norte-americanos The National foram uma força de enorme atracção, apesar de o concerto ter ficado bastantes furos abaixo do que era esperado, enquanto os canadianos Parcels e os brasileiros Boogarins conquistaram o público. Confira!

Mike Dudley: “As músicas dos The Sound ainda dizem muito às pessoas”

Depois de cerca de 30 anos afastado dos palcos e da vida artístico-musical, Mike Dudley assumiu a bateria dos In2TheSound cuja digressão, acima de tudo, celebra a música dos The Sound e o génio de Adrian Borland. Confira a entrevista que ele deu ao Mundo de Músicas.

NOS Primavera Sound 2019: Erro de casting ou o triunfo da libelinha?

Em 2019, o NOS Primavera Sound deu entrada nos cuidados intensivos. Posto isto, impõe-se perguntar: o cartaz (principal) 2019 do NOS Primavera Sound foi um erro de casting ou foi a metamorfose do festival indie-rock do Porto e o, consequente, triunfo da libelinha?

Korto no CCOP: Rock servido em forma de arrepio

Os Korto, que são um power trio francês de rock intenso e urgente, trouxeram a Portugal a «Food Truck Tour» e, bem, no Auditório do CCOP (Círculo Católico Operário do Porto), a coisa foi um autêntico arrepio. E um arrepio porque tudo parece sempre muito acelerado (e, de facto, é!) e porque tudo estremece, de alto abaixo, de um lado para o outro, da frente para trás, vice-versa e ao mesmo tempo…

Madrugada no Hard Club: Saudade, intensidade e uma imensa… felicidade

Os noruegueses Madrugada regressaram aos palcos e passaram pelo Porto com um concerto que, da osmose entre saudade e intensidade, acabou numa imensa felicidade. E em boa-hora Sivert Høyem, Frode Jacobsen e o baterista Jon Lauvland Pettersen se lembraram de regressar aos palcos para celebrar 20 anos de «Industrial Silence» (1999).

The Young Gods: Rock industrial envelhecido em barricas de carvalho francês

The Young Gods apresentaram-se no Hard Club com álbum novo e o gene de sempre: rock industrial, em que os samplers e as guitarras se digladiam por entre uma batida disruptiva! Uma noite memorável!

Haarm no Hard Club: Pop melódica de atmosferas vagas e coloridas

Foi uma noite, inesperadamente, excelente. Boa música, excelente ambiente, muita conversa e no fim… começou a festa! Bem, foi um autêntico bailarico! Com Chris McIntosh na guitarra, Jen Davies nos teclados e Olly Gorman na bateria, os Haarm conquistam pela beleza das canções e pelos ambientes atmosféricos que conseguem criar, em que a dupla vocalização (Chris e Jen) empresta algo de muito substancial à sonoridade dos britânicos.

Toy na Casa da Música: Embalo em tensão rumo à felicidade

Com álbum novo na bagagem, os ingleses Toy passaram pelo Porto e, uma vez mais, não defraudaram. Happy in the Hollow é o nome do mais recente longa-duração da banda, o quarto da carreira iniciada em 2010, e os seus temas foram a base do embalo em constante tensão que foi a noite na Sala 2 da Casa da Música.