Home /

Article

Arquivos / 22 post/s encontrados

Vamos comemorar o centenário de Dalva de Oliveira, a Rainha da Voz?

Nascida em maio de 1917 no estado de São Paulo, Dalva de Oliveira ficou conhecida no Brasil e no exterior como uma cantora de música popular que tinha uma das vozes mais lindas e uma carreira de maior sucesso, tendo sido considerada a Rainha do Rádio nos anos 50 e recebendo o reconhecimento de “A Rainha da Voz” pelos seus fãs e admiradores. E hoje lembramos a maior estrela musical do Brasil. Confira!

12 canções da trilha sonora popular do filme Paraíso Perdido

Lançado em 2018, o filme Paraíso Perdido conquista todos os amantes da música popular brasileira pela sua trilha sonora e as escolhas dos artistas para interpretar os personagens e as interpretações que eles dão para os clássicos da música ‘cafona’. Neste texto selecionamos 12 canções e fizemos alguns comentários em cima do que se passa no filme com um pouco da história de cada uma destas canções e seus intérpretes originais.

Erasmo Carlos, um cantor para chamar de seu

A música popular brasileira nos traz oferendas maravilhosas há muito tempo, como o cantor Erasmo Carlos. Hoje fazemos aqui apenas um recorte da obra daquele que temos o prazer de chamar de tremendão ou Gigante Gentil, uma pequena seleção de músicas daquele que no palco e nos bastidores nos ensina que o rock continua sendo mensagem de paz, diversão e amor.

Vamos descobrir, falar e ouvir Tim Maia, o Rei da Soul no Brasil?

Falar sobre Tim Maia é bem mais do que falar sobre a história de um músico que viveu de forma explosiva e radical. Na verdade é falar de um tipo de música que, lamentavelmente, já não se produz mais no Brasil, e que está carente em todo o mundo. Hoje lembramos o rei da soul no Brasil com uma seleção de alguns de seus maiores sucessos.

Sentimental Demais: as canções de Evaldo Gouvêia e Jair Amorim

Este texto é a homenagem do Blog Mundo de Músicas a Evaldo Gouvêia, Jair Amorim, Anísio Silva, Altemar Dutra e a todos os cantores da música romântica do Brasil e da América Latina. É também uma homenagem pessoal que dedico à minha bisavó Maria da Penha Crespo (uma das pessoas mais importantes na minha vida). Que os corações que ficaram sentimentais demais aproveitem esta seleção.

Nelson Ned: Recordando o pequeno gigante da canção

Nelson Ned d'Ávila Pinto foi um dos maiores cantores do Brasil no exterior. Seu reconhecimento nos países da América Latina e até mesmo nos Estados Unidos da América (onde é o brasileiro recordista de vendas) ainda é bem maior do que o reconhecimento que ele teve em seu próprio país. Por isso mesmo, o Gabriel Crespo decidiu fazer este recorte da história de Nelson Ned, mostrando como a sua obra e a sua vida se correspondem.

Retrospectiva musical: 2017 foi um ano próspero para a boa música popular brasileira

No final de todos os anos, temos o costume passar a limpo o que se passou ao longo do ano. Neste ano, a MPB mostrou que está viva e com todo vigor: ela desempenha o importante papel de ajudar aos brasileiros e ouvintes de música em geral a reconquistarem o prazer de viver mesmo diante de tantas dificuldades que viemos enfrentando ao longo dos últimos anos. Neste texto, traremos alguns trabalhos feitos na música brasileira que provam que 2017 foi um ano próspero para os amantes da boa MPB! São trabalhos que mostram que a MPB vive!

Música Popular Brasileira: Recordando Aquela Mítica Noite de 67

Neste mês de outubro já se passam cinquenta anos daquela Noite que abrigou o evento que pode ser considerado o maior festival da MPB de todos os tempos. Naquela Noite (nota-se a letra maiúscula), artistas dos mais variados gêneros musicais daqueles tempos defenderam canções que ficariam eternizadas diante de um público que encontrou nas vaias e nos aplausos a liberdade de se expressar em tempos de ditadura militar.

A Música Brega e a Coragem de dizer o que a Paixão queima

Existe muita discussão sobre ‘o que é MPB’. Para alguns é todo o tipo de Música Popular feita no Brasil, o que colocaria todos os cantores chamados brega junto dos artistas de fina estampa. Para outros diz respeito apenas ao movimento, dos anos sessenta, de exaltação da musicalidade estritamente brasileira, sambas e bossas. Para dar a sua opinião, o Gabriel Crespo juntou por isso uma seleção de músicas consideradas bregas em que foram trabalhados temas que a dita MPB não teve coragem de tratar.