Home / Festivais de Música /

10 Festivais de Música que são amigos do ambiente

10 Festivais de Música que são amigos do ambiente

 

Embora sejam por natureza espaços de descontração, os festivais de verão acarretam grandes manobras de logística. Do arrendamento do espaço às bandas que passam por cada um palco, estes eventos movem grandes quantidades de dinheiro e implicam enormes gastos para o ambiente. A questão tem preocupado os organizadores que se têm feito notar pela adoção de medidas cada vez mais sustentáveis.

Neste post, fazemos uma lista de 10 festivais que são amigos do ambiente e que, por isso, foram distinguidos com Greener Festival Award. Criado em 2007, este prémio procura identificar os eventos de verão que não só aplicam políticas amigas do ambiente, como procuram promover uma consciência sustentável entre todos os que nele participam.

O Greener Festival é uma organização sem fins lucrativos com o objetivo de ajudar festivais e outros eventos musicais, dando a informação e os recursos para que estes apliquem práticas “verdes”. A ideia passa por utilizar a arte e a música como um veículo de educação para chegar ao público e, a partir daí, criar uma consciência ecológica. De acordo com a organização, levar as pessoas a pensar e ensiná-las a agir são os primeiros passos para que os ensinamentos difundidos nos festivais sejam levados para casa e aplicados no dia-a-dia.

Vejamos, agora, os 10 festivais que sobressaíram na edição de 2014 dos Greener Festival Awards.

Ambiente: os 10 festivais mais verdes do Mundo

Boom Festival (Portugal)

boom-festival

O Boom Festival é português e é com ele que se inicia a lista dos festivais de música que fazem questão de ser amigos do ambiente. A celebrar a 10.ª edição, o evento realiza-se durante a lua cheia de agosto e é um poço de cultura alternativa. Aqui combina-se música com artes plásticas, espiritualidade, paganismo e energias renováveis. Entre as medidas ecológicas, destacam-se, por exemplo, a não utilização de químicos nas casas de banho ou o pôr em prática de princípios da permacultura.

Cambridge Folk Festival (Reino Unido)

Cambridge Folk Festival

O Cambridge Folk Festival é anual e ocorre no ambiente campestre de uma vila próxima de Cambridge. Maioritariamente folk, o evento reúne artistas de outros quadrantes (Joan Baez foi cabeça de cartaz em 2015). Um dos objetivos do festival é reduzir ao máximo a pegada ecológica. Garrafas de vidro não são autorizadas e são usadas lâmpadas LED para reduzir o consumo energético.

The Falls Music and Arts Festival, Marion Bay (Austrália)

the-falls-music-festival

O The Falls Music and Arts Festival começou a ser realizado em 1996 e tem 3 versões distintas que ocorrem em cidades diferentes. A de Marion Bay, na Tasmania, foi distinguida pelo lado ecológico. Mais do que um festival de música, o The Falls Music and Art Festival divide-se por várias atividades, como shows de comédia, aulas de samba ou diferentes tipos de workshops.

Island Vibe (Austrália)

island-vibe

O australiano Island Vibe aplica uma série de políticas ambientais que procuram eliminar ou reduzir ao máximo o impacto do festival no ambiente. Para isso, são utilizadas energias renováveis. A isto juntam-se medidas que procuram reduzir o consumo de água e fazer com que os espetadores cheguem ao festival de uma forma que implique poucos gastos ecológicos. No ano passado, o festival certificou-se que nenhum pedaço de lixo foi deixado no local após o fim do evento.

 

Lightning In A Bottle (Estados Unidos da América)

lightning-in-a-bottle

O Lightning in a Bottle é um festival californiano que procura juntar ecologia, saúde, música e  bons momentos. Aqui a água é grátis, a energia é renovável e os gastos são os mínimos possíveis. Além disso, há que salientar a existência de uma série de workshops que propagam a mensagem sustentável e cujos ensinamentos são levados para casa depois do fim do festival.

Oya Festival (Noruega)

oya festival

Estar entre os festivais mais “verdes” do Mundo é um dos objetivos do Oya Festival. Para chegar à meta proposta, a organização aplica uma série de práticas não só nos dias em que decorre o festival, como também em todo o processo de preparação do evento. Do transporte à comida, tudo é pensado para que a pegada ecológica seja o menor possível. Cerca de 60%  dos materiais usados são reciclados.

Shambala Festival (Reino Unido)

shambala

O Shambala Festival ocorre em Northamptonshire e é um festival de música e variedades. O lado ambiental é só mais uma faceta do evento que faz questão de juntar comédia, ativismo e arte. O objetivo é incentivar à discussão de assuntos importantes num espaço onde também há lugar para a diversão.

We Love Green (França)

we love green

A sustentabilidade é uma das bandeiras do We Love Green. Combinando música, cinema e arte, o festival possui uma série de atividades onde se promove a consciência ecológica. Uma das frases de ordem do evento é: “dizer We Love Green é o inicio do compromisso” Realizado em Paris, o festival conta com diversos parceiros que fazem questão de aplicar uma política sustentável.

Welcome to the Future (Holanda)

welcome to the future

O Welcome to the Future é o festival que mostra que o futuro  também pode ser verde. Ecológico de raiz, o evento estabelece regras que têm de ser cumpridas: a localização é “verde”, há água gratuita e a comida é 100% orgânica. A juntar a isto, há programas de reciclagem da água, geradores a biodiesel e toda a decoração é feita a partir de materiais reciclados.

 

Partilhar este artigo

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *